Coluna Da Laví: Abra Sua Mente

ABRA SUA MENTE!

A luta pelo respeito é incansável, homens ainda precisam aprender que não somos um pedaço de carne suculento que eles estão loucos para devorar.
Que nós mulheres trans não estamos aqui para suprir seus prazeres sexuais e seus fetiches. Somos seres humanos, somos mulheres. QUEREMOS SER RESPEITADAS como tal, esse é o grande motivo da nossa luta, lutamos por respeito, por igualdade, pelo fim do assédio. E não vamos nos calar, lutaremos até quando e aonde for preciso!!! Não só os homens, como muitas mulheres precisam aprender a se desconstruirem do preconceito imposto pela sociedade com as mulheres transsexuais. A imagem que é vinculada as transsexuais é a prostituição, porque isso foi imposto na sociedade, que toda trans vive para dar prazer, que são escravas sexuais. E a luta é justamente para mostrar que isso é totalmente INACEITÁVEL. É equívoco! É ignorância.
A sociedade precisa entender que merecemos o devido respeito como qualquer outra mulher merece e que NÃO FICAREMOS CALADAS. Queremos o nosso espaço. Queremos deixar de ser rotuladas e apontadas. Existem muitas TRANS que ganham a vida dessa forma?
Sim, existem. Assim como existem muitas mulheres CIS (Mulheres que nasceram no gênero feminino) que ganham a vida dessa forma também. E porque só as trans são T O D A S vistas e rotuladas como garotas de programa?! Como objeto sexual?!
Eu definitivamente jamais julgaria uma mulher sendo ela cis ou trans por ter ESCOLHIDO OU NÃO ganhar seu sustento dessa forma. Porque se tem mulheres trans na rua tendo que vender o seu corpo para ter o que comer, ter o que vestir é porque muitas vezes não tiveram oportunidade de emprego, não tiveram apoio da família em casa, não tinham outra saída. Porque q sociedade está muito mais preocupada na aparência, em julgar do que em ajudar. As pessoas precisam aprender que nem todos somos iguais, mais todos somos humanos. Julgue menos, ajude mais.
O movimento feminista busca igualdade. Não buscamos POR EXEMPLO que as prostitutas sendo elas trans ou cis tenham carteira assinada… Buscamos que elas tenham oportunidade de sair dessa vida e consigam se sustentar e viver uma vida digna de uma forma mais justa, mais humana. Que o governo olhe por essas mulheres.
A luta só está começando e eu tenho orgulho de fazer parte disso. O machismo ainda é predominante no mundo, mas nós podemos mudar isso. Não aceite o assédio de homens sem noção que esquecem que por baixo da pele existe um ser humano, uma pessoa e não uma mercadoria que se compra.

IMG_0901

Instagram.com/laviniaalana_
Facebook.com/laviniaalanaoficial

Lavínia Alana tem 21 anos é dermopigmentadora de sobrancelhas, ariana, natural de Itajaí, Santa Catarina, tem se tornado uma ativista lutando pela visibilidade e direitos de pessoas transgênero.

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s